Slide1.JPG

Como salvar a micro, pequena e média empresa da crise

 

O mundo está enfrentando uma crise inesperada que trouxe à tona as forças e fraquezas de muitas empresas nos mais diversos nichos de mercado.

 

Vivemos um momento de grande incerteza em relação aos impactos da pandemia do COVID-19 e, como seres humanos, nos preocupamos com o crescimento acelerado de contaminados e de mortos, porém como empreendedores e pessoas de negócios, temos mais uma preocupação: diante de tantas incertezas, o que devemos fazer para garantir a sobrevivência das nossas empresas neste momento de isolamento social e quarentena?

 

Em vários segmentos, a previsão de receita é quase zero por no mínimo 3 meses.

 

Expectativas menos otimistas, como do Banco Mundial, estima que em 2020 a economia brasileira deva sofrer uma contração na casa dos 5,0%, crescendo gradativamente 1,5% e 2,3% nos anos de 2021 e 2022, ou seja, a sua recuperação levará de 6 meses até 2 anos para atingirmos o patamar pré pandemia.

 

Nenhum desastre natural ou até mesmo uma guerra, em tempos modernos, foi capaz de parar tantos países ao mesmo tempo como a pandemia causada pelo novo coronavírus. É a primeira crise desta magnitude que a atual geração enfrenta.

 

Neste cenário, com milhões de pessoas em isolamento social, e a economia em brusca queda, os micros, pequenos e médios empreendedores, necessitam de um planejamento emergencial para a sobrevivência de seus negócios.

 

A melhor saída neste momento, é saber gerenciar os recursos existentes, prever as ameaças e planejar os próximos passos, porém, antes de começar com qualquer ação, uma pergunta importante: quão bem você conhece as variáveis principais do seu negócio?

Estas variáveis, são o caixa, suas fontes de receitas, seus custos e despesas e seus parceiros fornecedores de insumos e produtos, entre outros.

 

Ter o controle destas variáveis, é extremamente importante no cotidiano e muito mais importante diante de cenários instáveis e difíceis de prever, como o que estamos vivendo, em que há grande redução de receitas para empreendedores de diversos segmentos e a gestão correta destas variáveis será a principal ferramenta para garantir a sobrevivência das empresas.

 

Isso significa controlar o fluxo de caixa, ou seja: a relação do dinheiro que movimenta o seu negócio.

 

Essas movimentações acontecem em períodos diferentes, é por isso, é essencial que o empreendedor utilize uma ferramenta para uma lúcida tomada de decisões.

 

Se você ainda não faz esse controle, seguem algumas dicas:

 

Diagnóstico empresarial:

  • É necessário elaborar um relatório detalhado de tudo que se passa dentro da sua empresa.
  • Neste relatório (diagnóstico), é necessário analisar todos os processos da sua empresa em todas as áreas, incluindo vendas, financeiro, marketing e gestão de pessoas.

 

Caixa:

  • É preciso negociar e renegociar prazos com seus fornecedores, para ganhar fôlego durante esse período de dificuldade financeira devido a pandemia.
  • Os Governos Estadual e Federal também anunciaram liberação de crédito para empresas afetadas pelo novo coronavírus, através do Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Desenvolve – SP e Banco do Povo.

 

Faturamento:

  • É muito importante que as empresas passem a inovar, sobretudo à respeito de seus canais de vendas. Importante investir em atendimento remoto para suprir a redução nos canais de venda físico. Excelente momento para implementação de estratégias digitais como E-commerce, além de estrutura para delivery.

 

Redução de custos e despesas:

  • Momento de revisar todos os gastos da sua empresa, desde o copo descartável, material de escritório, plano de internet e telefonia. O que realmente é utilizado? Há real necessidade? Existem desperdícios?
  • É a hora de revisar os contratos de prestação de serviços, aluguéis,
  •  financiamentos, ou seja, é o momento de buscar uma melhor negociação.
  • Verificar a possibilidade de substituir equipamentos e máquinas ultrapassados por opções mais modernas com menor consumo de energia e insumos.
  • Otimizar os processos de logística para redução de custos com deslocamento e transportes.

 

Com estas ações, você ajudará a controlar as finanças de sua empresa neste momento conturbado e certamente irá melhorar o resultado do seu negócio.

 

Insumos e Mercadorias:

  • Não fique na dependência de um único fornecedor de mercadorias ou matéria prima.
  • Avalie novos parceiros e valide novos insumos.
  • Pense na possibilidade de formação de estoque de segurança, sem comprometer o caixa e o capital de giro da empresa.

 

Planejamento

  • Faça um planejamento de curto e médio prazo.
  • Faça uma revisão de sua operação, e entenda em quais pontos o seu negócio pode ser afetado e corrija.
  • Acompanhe o atual cenário da crise do Covid-19.
  • Elabore um plano de ação prevendo possíveis ocorrências futuras e alternativas para minimizar os impactos negativos, focando principalmente a sua saúde, saúde de seus colaboradores e clientes e a manutenção da sua empresa.

 

A MAIESTAS Consultoria pode ajudar os micros, pequenos e médios empreendedores a executar o diagnóstico e a análise do seu negócio, e em seguida auxiliá-los na elaboração do planejamento da sua empresa.

 

A nossa equipe multiprofissional é composta por Consultores técnicos e, especialmente, pensadores sobre os negócios que estão ajudando a reinventar o futuro.

 

Nosso grande diferencial é atender a cada um de nossos clientes de maneira ampla, irrestrita, singular e personalizada, mediante um relacionamento de parceria, e uma assessoria profissional especializada em todos os segmentos da administração e gestão de negócios.

 

Nossos projetos e serviços de consultoria focam apenas um resultado: garantir o sucesso e o crescimento da sua empresa, aumentando o seu valor.

 

Entre em contato conosco para conhecer mais sobre nosso trabalho.

 

 

Maio/2020